O deputado Robério Negreiros (PSD) apresentou o Projeto de Lei (PL) 1.556 de 2020 para incentivar a instalação de audiotecas nos centros de ensino especial no âmbito do Distrito Federal. De acordo com a proposta, o acervo de livros falados, que irá compor as audiotecas, deve respeitar o mínimo de um título para cada aluno matriculado na instituição de ensino.

O deputado Robério Negreiros lembra que sempre atuou em defesa da qualidade de vida independentemente de condição social ou mesmo deficiência.

“A minha bandeira é a igualdade de oportunidade para todas as pessoas. No passado, destinei emenda parlamentar para a reforma da biblioteca do Centro de Ensino Especial de Deficientes Visuais (CEEDV), localizado na 612 Sul, porque nesse local o deficiente visual conta com o auxílio e o acompanhamento de voluntários que lêem livros e explicam matérias escolares”, destaca Robério.

O deputado aponta que o objetivo do PL 1.556/2020 é proporcionar meios de acesso à educação e a inclusão das pessoas com deficiência visual, para a obtenção de uma vida com mais qualidade, por meio da educação, profissionalização, capacitação e entretenimento. “Em recente pesquisa feita pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), atualmente existem 139.708 pessoas com algum tipo de deficiência no Distrito Federal, sendo 4,8% da população local, e que o tipo de deficiência predominante é a visual, acometendo 2,7% desta população local. É nosso dever garantir qualidade de vida a toda essa população e o melhor caminho é pela educação”, finaliza Robério.

Para compartilhar: