Distritais avaliam suspender feriados após reabertura do comércio no DF

Medida integra projeto de lei que tramita na CLDF e pretende manter lojas abertas durante datas comemorativas até o final do ano

CAIO BARBIERI – PORTAL METRÓPOLES
ATUALIZADO 18/05/2020 18:24
Um projeto de lei que tramita na Câmara Legislativa (CLDF)pretende suspender os feriados de 2020 em decorrência dos impactos econômicos locais sofridos pela pandemia do novo coronavírus.De acordo com a proposta, ao contrário do comportamento tradicional em datas comemorativas, o comércio permaneceria aberto. Isso seria uma forma de tentar recuperar parte dos prejuízos calculados em decorrência da quarentena estabelecida pelo Governo do Distrito Federal (GDF).“Com efeito, a maior incidência de feriados em dias úteis, embora tenda a favorecer atividades econômicas específicas, como aquelas típicas do turismo, tende a gerar prejuízos por conta da queda no nível de atividade ou pela elevação dos custos de operação. Dito isso, o prejuízo para o comércio em geral, em razão dos feriados do ano corrente, já era considerado vultuoso, e com a pandemia do novo coronavírus, então, é incalculável”, explica o autor da proposta, deputado Robério Negreiros (PSD).

Caso seja aprovada pela maioria dos deputados distritais, a matéria permitiria a atividade econômica durante pelo menos seis feriados que cairão em dias de semana até o final deste ano: Corpus Christi (11/06), Independência (07/09), Nossa Senhora de Aparecida (12/10), Finados (02/11), Dia do Evangélico (30/11) e Natal (25/11).

“Na quarentena, todos ficaram em casa. Agora, com o término dela, precisaremos da retomada da atividade econômica e os feriados serão ruins para o desenvolvimento do comércio e, consequentemente, para o reaquecimento da economia local”, disse o parlamentar.

 

Para compartilhar: