O deputado distrital, Robério Negreiros (PSD) solicitou, ao Secretário de Estado de Educação do Distrito Federal, João Pedro Ferraz dos Passos, informações e providências sobre a ausência de monitores para ensino especial. O pedido tem como objetivo à regularização do número de monitores e assistentes em salas de aula que possuam crianças com deficiência, e que demandam o cuidado extra a que têm direito. A Lei Distrital nº 5.106/2013, prevê no Artigo 1º, §1º, inciso III, 2.000 cargos de monitor de gestão Educacional e, atualmente esse quantitativo está na ordem de 500 profissionais apenas.

A intercessão do deputado junto aquela Secretaria foi feita a pedido dos pais e responsáveis por crianças com deficiência, que informaram que não foram comunicados da redução desses profissionais, e que essa falta tem prejudicado sobremaneira os seus filhos, impedindo-os de frequentarem regularmente as aulas.

De acordo com o Robério Negreiros, é dever do Estado, da família, da comunidade escolar e da sociedade assegurar educação de qualidade à pessoa com deficiência.

Veja o ofício: