A Comissão de Assuntos Sociais, da Câmara Legislativa do DF, aprovou, nesta quarta-feira (8), o Projeto de Lei n° 135/2019, que determina que os cursos de informática, lan houses e cyber cafés disponibilizem computadores adaptados para pessoas com deficiência visual. A proposta, de autoria do deputado distrital, Robério Negreiros (PSD), tem a finalidade de instituir, de forma simples, mais um instrumento de acessibilidade aos deficientes visuais no âmbito do Distrito Federal.

De acordo com o parlamentar, a proposta, além de promover uma maior inclusão social, não vai gerar maiores gastos aos empresários do setor. “O valor final dessa adaptação é de baixo custo, em razão da aquisição de programas específicos e acessórios que garantam a comunicação verbal. A adaptação dos computadores será por meio de softwares e equipamentos físicos, que farão a leitura de tela e transmissão de dados pelo usuário”, ressaltou.

Para comartilhar:

 

 

#Deficientesvisuais #Cegos #Braille #Computadores #LanHouses #CyberCafé #Informática #ProjetoDeLei #PessoasComDeficiencia #RobérioNegreiros #PSD #DistritoFederal

#ParaTodosVerem : a foto contém a imagem da mão de uma pessoa em close, digitando em um teclado de computador adaptado, com teclas com o código braille em alto relevo. Contém ainda os dizeres: Comissão aprova projeto que disponibiliza computador adaptado à deficientes visuais. PROJETO DE LEI 135/2019 – DETERMINA QUE OS CURSOS DE INFORMÁTICA, LAN HOUSES, CYBER CAFÉS E CONGÊNERES DISPONIBILIZEM AO MENOS UM COMPUTADOR QUE PERMITA SUA UTILIZAÇÃO POR DEFICIENTES VISUAIS. Além da marca do Deputado distrital Robério Negreiros – PSD