CIDADES – EIXO CAPITAL ANA MARIA CAMPOS – 24/07/2021

Aquisição própria de vacinas

Projeto em tramitação na Câmara Legislativa prevê que seja assegurado aos Poderes Executivo e Legislativo do DF e ao Tribunal de Contas do Distrito Federal o direito de aquisição e fornecimento de vacinas contra a covid-19, caso o Governo Federal não cumpra o Plano Nacional de Imunização ou na hipótese de que este não proveja cobertura imunológica tempestiva e suficiente contra a doença. A proposta é de autoria do deputado Robério Negreiros (PSD).

Vacina a tempo

Com o avanço para 37 anos e o fim do agendamento para vacinas contra covid-19, muita gente conseguiu a primeira dose ontem e usou as redes sociais para agradecer ao SUS. Aos 38 anos, o jornalista Gabriel Garcia tomou a primeira agulhada de AstraZeneca. Mas não estava feliz. No Instagram, o exsecretário-adjunto de Comunicação do DF lamentou que a imunização não tenha chegado a tempo de salvar a sua mulher, Fabiana Queiroz, 46 anos. A consultora legislativa do Senado morreu há 12 dias em decorrência da covid-19. “Claro que chorei lembrando que faltava tão pouco para a sua vez”, escreveu.

Palavra do Deputado:


“É de conhecimento comum a competência do Sistema Único de Saúde (SUS) para executar as ações de vigilância sanitária e epidemiológica. Existe a competência é concorrente entre União, estados e Distrito Federal para legislar sobre a proteção e a defesa da saúde e também no que diz respeito aos municípios, de cuidar da saúde e assistência pública. Por esse motivo, a CLDF pode fazer uso de recursos próprios para auxiliar o GDF a garantir a imunização da população local, caso não haja quantidade suficiente de vacinas contra a COVID-19 em tempo oportuno”, diz Robério.

PARA COMPARTILHAR: